Blog

home / blog

Mais Posts

24

Junho

Cirurgia refrativa: em que casos ela é indicada?

 

 

Há diversos tipos de patologias oculares que afetam a visão, das quais a hipermetropia, o astigmatismo e a miopia estão entre as principais.

Para quem deseja tratar esse tipo de problema, há várias técnicas - e, das mais comuns, destaca-se a cirurgia refrativa.

Trata-se de uma intervenção cirúrgica que utiliza um equipamento conhecido como Excimer Laser. Ele funciona a partir de um laser que irá remodelar a córnea para corrigir as deficiências encontradas na visão.

Por isso, é importante entender em quais casos a cirurgia refrativa é indicada.


CARACTERÍSTICAS DO PACIENTE

Primeiramente, precisamos abordar uma série de características que tornam o paciente apto a realizar esse procedimento.

Os principais requisitos são:
 • Histórico ocular da pessoa, bem como a doença que aflige sua visão, permitindo entender os métodos necessários para a intervenção;
 • Idade mínima de 21 anos, mas com exceções que podem ser feitas em faixas etárias anteriores;
 • Estabilidade da dioptria (grau) em determinado espaço de tempo, permitindo uma maior taxa de sucesso no procedimento;
 • Não possuir nenhuma doença ocular que não seja de ordem da visão, como catarata ou glaucoma, além de outras patologias;
 • Não estar no período de gestação.

Há, ainda, outros pontos que podem interferir, tais quais doenças como diabetes. Contudo, a melhor indicação, abarcando todas as características do paciente, é consultar o oftalmologista que irá apontar se é possível realizar o procedimento.


INDICAÇÕES

Com as informações citadas, há grupos específicos nos quais a cirurgia refrativa é indicada. A principal delas é para pessoas que utilizam algum tipo de correção da visão, como óculos ou lentes de contato.

Ainda, deverá haver o aval do paciente para que seja possível iniciar o procedimento.

Em outras palavras, todos aqueles que desejam corrigir os problemas de visão - miopia, hipermetropia e astigmatismo - podem analisar a viabilidade dessa técnica que apresenta ótimos resultados e pode ser a solução quando realizada por um profissional habilitado.


O QUE EU PRECISO SABER?

Para complementar, há algumas questões que devem ser esclarecidas antes do paciente ser submetido ‘a cirurgia refrativa.

O primeiro deles é que não costuma haver dor durante o procedimento - o que há é um leve desconforto no olho durante a primeira semana.

A recuperação, em geral, é rápida e efetiva. Utilizam-se colírios ou medicamentos, além do repouso, evitando qualquer tipo de contato com os olhos nos primeiros dias, seja através do trabalho ou da prática de exercícios físicos.

O importante, novamente, é sempre seguir a recomendação do médico que irá realizar o procedimento.


CONCLUSÃO

A intervenção pode ser feita em ambos os olhos, com a mínima chance do problema de visão voltar a afetar na mesma dioptria (“grau”) anterior à cirurgia.

Por isso, se o objetivo é melhorar a qualidade de vida, essa técnica moderna a laser deve ser cogitada.

Caso ainda tenha alguma dúvida, entre em contato conosco por telefone ou whatsapp e agende uma consulta!

 

Agende no WhatsApp Agora!
×