Blog

home / blog

Mais Posts

14

Março

Conheça os sintomas e o tratamento indicado para a catarata.

 

 

Mais da metade dos casos de cegueira em todo o mundo são provocados pela catarata. A doença ocular é caracterizada pela opacidade do cristalino, nome dado para a lente situada atrás da íris que propicia o foco da visão para longe e para perto. Apesar de ser um dos tipos de lesão ocular mais comuns, muitos desconhecem as causas, os sintomas e o tratamento para a doença. É o que vamos explicar agora.

No Brasil, cerca de 28% dos casos de cegueira em idosos acima dos 60 anos são decorrentes da catarata, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). De fato, a doença acomete principalmente as pessoas com idade avançada.

 



No entanto, há casos mais raros em que a catarata está presente desde o nascimento. É a chamada catarata congênita, quando o bebê já nasce com a doença. Isto pode acontecer tanto por fatores genéticos quanto em decorrência de doenças infecciosas adquiridas pela mãe durante a gravidez, como rubéola, sífilis ou toxoplasmose.


QUAIS SÃO AS CAUSAS DA CATARATA?

No que se refere à catarata adquirida, existem vários fatores de risco. A exposição excessiva à luz solar ou outros emissores de raios ultravioleta é uma delas, especialmente quando não há a proteção dos óculos de sol.

A catarata também está associada a doenças sistêmicas como a diabetes, que provoca alterações metabólicas, e também ao uso de antinflamatórios esteroides (corticoides) de longa data. O tabagismo e o consumo excessivo de álcool também podem desencadear catarata, além do próprio histórico familiar.

Mas como dito anteriormente, o tipo mais comum é a chamada catarata senil, decorrente do processo de envelhecimento e que costuma surgir a partir dos 60 anos.

 



Com menor incidência, também existe a catarata traumática, que se desenvolve em decorrência de um trauma na região dos olhos – acidentes, perfurações, pancadas, queimaduras químicas graves, entre outros exemplos.


SINTOMAS DA CATARATA

A catarata costuma evoluir lentamente, o que dificulta o seu diagnóstico na fase inicial, já que nem mesmo os portadores da doença conseguem percebê-los com clareza. No entanto, a grande característica da doença é o embaçar da visão, quando parece que existe uma névoa na frente dos olhos.

Quando não há o diagnóstico nesta fase, os sintomas começam a aparecer: visão dupla, maior sensibilidade à luz, alteração contínua do grau dos óculos, dificuldade para dirigir, ler e andar ou mesmo uma percepção de que as cores estão desbotadas.

Somente os exames solicitados pelo oftalmologista podem, de fato, confirmar o diagnóstico.

 



TRATAMENTO DA DOENÇA

Por mais temerário que seja o diagnóstico, cerca de 90% dos casos de catarata são curáveis. O único tratamento eficaz é a cirurgia, e com a modernização das técnicas ao longo dos anos, o procedimento hoje é pouco traumático.

A cirurgia consiste na remoção do cristalino opaco e sua substituição por uma lente (intraocular) que recupera a função perdida. O procedimento costuma ser rápido e o paciente vai para casa no mesmo dia.

*Por envolver fatores biológicos, físicos e individuais de cada paciente, a realização da cirurgia apresenta riscos e limitações, que serão informados na consulta.


Portanto, lembre-se: mantenha em dia o seu check-up ocular.

Clique aqui e marque um exame conosco agora mesmo!

 

Agende no WhatsApp Agora!
×