Blog

home / blog

Mais Posts

25

Abril

Quais os tipos e as principais causas da catarata?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata atinge mais de 45 milhões de pessoas. Os dados do órgão também apontam que ela é a principal causa de cegueira curável no Brasil. Por conta desta incidência é importante conhecermos os tipos e as principais causas da catarata.

 



 

Vale frisar que muitos pacientes idosos não sabem que possuem a condição. A maioria acredita que precisa apenas trocar o grau dos seus óculos quando surgem os primeiros sintomas. Em geral, as mulheres são as principais atingidas por esta enfermidade ocular.

A alteração é caracterizada pelo comprometimento do cristalino. A estrutura funciona como a lente natural do olho e se situa atrás da íris. Sua transparência permite que os raios de luz cheguem à retina para formar imagens. Na catarata ela vai tornando-se opaca, reduzindo a visão progressivamente.


TIPOS DE CATARATA

A catarata possui três manifestações:

Catarata Senil: opacidade do cristalino em consequência de alterações bioquímicas relacionadas à idade. Aproximadamente 85% das cataratas são classificadas como senis, com maior incidência na população acima de 50 anos. Nesses casos, não é considerada uma doença, mas um processo normal de envelhecimento.

Catarata Congênita: presente no ato nascimento.

Catarata Secundária: aparece secundariamente, devido a fatores variados, tanto oculares (uveítes, tumores malignos intraoculares, glaucoma, descolamento de retina) como sistêmicos. No último caso, pode estar associada a traumatismos, moléstias endócrinas (diabetes mellitus, hipoparatireoidismo), causas tóxicas (corticoides tópicos e sistêmicos, cobre e ferro mióticos), exposição a radiações actínicas (infravermelho, raios X), traumatismos elétricos.

 



 

Quais são as principais causas por trás da doença?
Cada uma das manifestações apresentará causas diferentes. Podemos considerar, no entanto, que o principal fator para o seu aparecimento é a idade. Normalmente, são indivíduos acima dos 50 anos que apresentam a condição. Dentre os fatores agravantes, encontramos diabetes, doenças renais e tabagismo.

Quando é congênita e afeta crianças, a origem pode ser genética ou infecciosa. Neste último caso é decorrente da grávida ter contraído sífilis, rubéola ou toxoplasmose no primeiro trimestre de gestação. Pode ser igualmente originada pelo uso de álcool e drogas nesta fase.

Ao abordar os tipos e as principais causas da catarata devemos nos lembrar do risco dos colírios que apresentem corticoide em sua composição. Se eles forem utilizados de forma indiscriminada, podem levar ao desenvolvimento da doença. Inflamações, traumas diretos e exposição à radiação ultravioleta também podem estar relacionados ao aparecimento da catarata.

 



 

Conhecendo quais os tipos e as principais causas da catarata é possível preveni-la?
Para diminuir os riscos de desenvolver esta condição é recomendável que se evite o uso de colírios sem indicação médica. Ademais, sempre respeite o prazo registrado pelo médico para continuidade de uso do medicamento. Em casos de traumas, procure imediatamente o oftalmologista.

Cuidar da alimentação e evitar hábitos, como o tabaco, também ajuda. O diagnóstico da doença parte de uma avaliação minuciosa. Além de entender os tipos e as principais causas da catarata vale conhecer os sintomas mais comuns. São eles: sensação de névoa diante dos olhos, distorção, sensibilidade à luz e visão dupla. 


Para mais informações, diagnósticos e cirurgias na área de oftalmologia, entre em contato conosco agora mesmo e agende uma consulta, atendemos diversos convênios e também no particular.

 

Agende no WhatsApp Agora!
×